sábado, 9 de maio de 2009

Mais um item para a sacola das decepções

Se 1/5 do que a Veja desta semana está trazendo sobre Yeda Crusius for verdade, minha decepção vai ser enorme. E o pior é que eu não tenho qualquer motivo para duvidar da Veja ou da ex-namorada de Marcelo Cavalcante.

A decepção não se dá por conta da governadora ser tucana - quem acompanha este blog sabe que, desde a preservação de Eduardo Azeredo naquele episódio de caixa dois em Minas, não tenho ilusões a respeito daquelas aves. Meu desencanto está na mesma medida da minha vibração à época em que Yeda Crusius, a primeira mulher a ocupar o governo do Rio Grande do Sul, assumiu o cargo.

Não que o simples fato de ser mulher represente qualquer garantia com relação à ética. Mas era de se esperar que, ao ocupar e um cargo desta envergadura, a mulher se esforçasse - se não para se manter limpinha e cheirosa, pelo menos para não chafurdar na lama.

6 comentários:

Sharp Random disse...

Vamos ver. Mas o que dividia o lençol extrapolou.
Torço por ela. O Rio Grande é estratégico demais nos planos do Foro.

Lillys disse...

Nariz,

Pois é isto que a petralhada quer! Quem ouviu o dep.Pont hoje de manhã em entrevista a uma rádio daqui(RS),parecia que estávamos ouvindo o guardião da boa conduta falando.( Não sobre o assassinato do acessor do acessor de seu gabinete em Canoas - disto nadica de nada,nem dos assassinatos encomendados no Vale dos Sinos ) A gente não pode se entregar antes da batalha terminada.
O Ferst,metido até o pescoço no affair DETRAN , e a mulher de alguém que não pode nem mais acusar ou defender-se, podem ser levados tão a sério?!
Qual o interesses de alguém gravar 70 horas de conversas de buteco?! Qual o nível da manguaça nestas horas? Será que Yeda não tinha condições de pagar 700.000,00 pela sua casa?! Se eu tenho, porque ela não teria?!
Não vamos nos deixar abater antes do fim.
Estes petralhas não vieram aqui a passeio e tudo o que eles são capazes de fazer, nós,que temos princípios, não somos capazes de nem imaginar.
Vamos dar tempo ao tempo.
Não nos deixemos enganar pelas sombras! Elas podem num dado momento parecer maiores, mas só parecem!

Martha Colmenares disse...

Me da mucho gusto hacerte entrega del Premio "11 de abril 2009", una fecha de especial significación para los venezolanos que luchan por la libertad.
Cordiales saludos
http://www.marthacolmenares.com/2009/05/10/entrega-del-premio-11-de-abril-2009/

Sharp Random disse...

Tá enrolado mesmo. Trazer o PSDB na marra é algo inusitado. Agir com tamanho primarismo agitando uma mansão é algo grotesco demais para uma pessoa experimentada como Yeda, ainda mais com a disputa encarniçada que rola lá. Ba, tchê... (que expressão se usa no sul para perplexidade total, NG ?)

Will Brunner disse...

Eu que acompanho esse blog, sei muito bem! Um dia vc chegou a alimentar a esperança de que YEDA CRUZES estaria apta a candidatar-se a PRESIDENTE! Como o mundo dá voltas, né Nariz?

(N.G.: Não lembro de ter dito isto e agradeço se você me ajudar a localizar o post. Mas se disse, terá sido só mais uma vez em que mordi a língua.)

Aluizio Amorim disse...

Nariz,
será que essa Yeda é tão burra assim?